Profissionais

Clínicas

Academias

Farmácias

Óticas

Produtos e Equipamentos

Laboratórios

Serviços Complementares

 

 

 

 



Dr. Sidney D'Andrea

Cirurgião Plástico

  1 -  PAPADA ( QUEIXO DUPLO)

  2 -  QUEIXO DESPROPORCIONAL

A papada como é vulgarmente chamada o queixo duplo, envelhece, é antiestética e desagradável ao olhar. 
     O queixo duplo se forma por causa do excesso de gordura na região. A papada está mais ligada a gordura do que à idade. tanto adolescentes como adultos obesos podem ter queixo duplo.

   A diferença está na musculatura e tônus da pele. Entre 20 a 40 anos uma lipoaspiração é indicada e os resultados são muito bons, mesmo quando a pessoa não emagreceu o suficiente, mas quer eliminar o excesso de gordura.

   Em pessoas acima dos 40 anos, a lipo geralmente não é aconselhável porque ao ser retirada a gordura vai sobrar pele deixando a região flácida. A orientação correta deve ser o lifting cervical. 

   A lipoaspiração é feita com uma incisão embaixo do queixo e atrás das orelhas, a lipo corrige a papada e a linha da mandíbula também é esculpida.

   Sempre com anestesia local com sedação, sem internação. As cicatrizes ficam escondidas no queixo e atrás da orelha e no pós-operatório o paciente deve usar um curativo compressivo nas três primeiras semanas, durante três horas diárias para fixar o novo contorno.

   O lifting cervical é feito por uma incisão atrás das orelhas, esticando a pele e o músculo pela lateral, retirando-se o excesso do tecido.

   As cicatrizes ficam escondidas. é feito com anestesia local sem internação . no pós operatório usar nos primeiros 15 dias uma faixa compressiva durante três horas diárias.

   Os dois procedimentos tem que ser avaliados pelo cirurgião plástico 
que pela sua experiência indicará ou não a cirurgia.

O queixo desproporcional compromete a beleza e a harmonia do rosto. 
   Se estiver mal posicionado e a mordida for incorreta, exige tratamento corretivo e cirurgia para melhorar a estrutura, a função e a estética facial e é muito mais complexo do que possa parecer; a falta e o excesso de queixo exigem profundo conhecimento da estrutura óssea da face e mandíbula, tanto por parte do cirurgião plástico, como do cirurgião dentista.

   Há varias deformações do mento. o cirurgião deve estar atento a isso, 
conhecer bem o assunto antes de fazer um diagnóstico e indicar o procedimento a ser seguido. geralmente, a melhor conduta é um trabalho integrado entre ortodontista, cirurgião buco-maxilo-facial e cirurgião plástico.

   A odontologia e a cirurgia plástica reparadora estão muito avançadas neste campo e existem várias técnicas de conduta.

   A falta ou excesso do queixo pode ser simplesmente resolvida pela redução do osso ou inclusão de prótese de silicone melhorando a estética do perfil. 

 clique no nome para acessar o cadastro profissional  Dr. Sidney D'Andrea